Publicado às 18h40 deste sábado (14)

Foto: Max Rodrigues

Apesar da grande polêmica que gerou, o Projeto de Lei do deputado federal Kaio Maniçoba (SD) que pretende fazer da Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UAST) uma universidade autônoma, está caminhando.

A revelação foi dada pelo próprio Maniçoba ao programa Farol de Notícias, neste sábado (14), na rádio Vilabela FM. Hoje a UAST é agregada à Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e a intenção pela sua emancipação deriva do Projeto de Lei 5173/2016, proposto por Maniçoba, que sugere a criação da Universidade Federal do Sertão.

Leia ainda

Após convites da Uast, estudantes alegam que Kaio silenciou e agiu de forma intransigente

Em 2016, a medida acabou gerando um efeito negativo para alguns setores da comunidade acadêmica que esperava que o assunto fosse melhor discutido. Essa exigência será garantida, segundo Kaio, em breve.

“Esse foi o primeiro caso que eu vi na minha vida de que as pessoas não querem que uma faculdade se torne uma universidade”, disse o deputado, acrescentando:

“Você vê hoje: Araripina festeja uma Universidade, Ouricuri deseja isso, Garanhuns passou agora a ter, Arcoverde vai ter faculdade de Medicina… E a gente fez isso, em Serra Talhada, ouvindo as pessoas de Serra Talhada. Não foi criação da nossa cabeça, não. Nós ouvimos CDL, ouvimos OAB, Igreja e ouvimos o pessoal da própria faculdade e isso criou um clima muito ruim porque existe uma briga interna entre os professores”.

Saiba mais

Projeto que propõe emancipação da Uast gera polêmica e críticas a deputado aliado de Duque

DEBATE SEM PRAZO

Apesar de garantir que o debate sobre a emancipação da UAST irá acontecer, o parlamentar não arriscou traçar um prazo sobre quando isso deverá sair do plano de intenções.

“A gente conversou com algumas pessoas e esse projeto está andando e quando a gente estiver num ponto mais bem encaminhando a gente volta aqui para Serra para fazer um debate e explicar sobre os ganhos e contras, para que a gente possa entender que esse projeto é revolucionário para Serra Talhada e ainda mais com esse aeroporto novo, o polo médico que já é a cidade, com o número de faculdades que Serra já tem, e para que a gente possa tornar Serra uma terra ainda mais pujante do que já é”.

VEJA TAMBÉM

Após convites da Uast, estudantes alegam que Kaio Maniçoba silenciou e age de forma intransigente

Para Maniçoba, emancipação da Uast seria desejo de uma maioria: ‘fui convocado por vários segmentos’

Projeto que propõe emancipação da Uast gera polêmica e críticas a deputado aliado de Duque

Compartilhe isto: