O deputado Augusto César não se intimidou e partiu para defesa do governo Luciano Duque (PT), que vem sendo ‘bombardeado’ em função da implantação da Taxa de Coleta de Resíduos Sólidos (TCR), mais conhecida por ‘taxa do lixo’.

Falando a rádio Líder do Vale FM, nessa sexta-feira (14), César traçou argumentos positivos quanto a cobrança.

“A TCR foi desmembrada do IPTU. Antigamente se tirava o lixo da rua e se jogava na beira das estradas. Faziam lixões. Hoje isso não é mais permitido. Quem tem que pagar, evidentemente, até o desfecho final do lixo, é essa taxa de resíduos”, defendeu o deputado.

Na opinião de Augusto César, o tratamento do lixo em Serra Talhada agora tem um custo, o que não acontecia, segundo ele, num passado recente. Mesmo sem saber detalhes da lei que foi aprovada na Câmara de Vereadores, o petebista também comentou sobre a majoração em relação ao ano passado.

“Hoje existe uma preocupação muito grande do governo municipal com relação aos resíduos, de não ser mais colocado fora de um ambiente para o seu tratamento. Esse tratamento tem um custo, e se tem custo, demanda um reajuste, que foi certamente com a TCR. Você sabe que recentemente Serra Talhada foi invadida por moscas por toda parte, devido o lixão. Eu acho que a majoração desta taxa foi para atender a necessidade da implantação desse tratamento do lixo”, reforçou.

Compartilhe isto: