Jornal do Brasil

A seleção brasileira teve uma quarta-feira tranquila em sua preparação para a Copa do Mundo da Rússia, com trabalhos físicos na academia pela manhã e um treino fechado com bola à tarde, marcado pela possibilidade de espiões nas varandas do hotel vizinho ao campo.

A preocupação com possíveis espiões em treinos da seleção brasileira em Sochi existia na comissão técnica e CBF, que tomou precauções para garantir que somente hóspedes credenciados pela Fifa pudessem se hospedar no hotel vizinho ao campo de treino.

Contactado pela CBF, o próprio hotel certificou a entidade que rege o futebol brasileiro de que só moradores teriam acesso ao local.

Na prática, porém, foi possível ver dezenas de pessoas ocupando as varandas do hotel, tirando fotos e filmando durante os 20 minutos iniciais da atividade, que foram abertos à imprensa.

Nesse tempo, os atletas se aqueceram e organizaram a tradicional roda de bobinho.

No aquecimento, assim como já havia acontecido na atividade de terça-feira, os jogadores foram separados por Tite em dois grupos.

Assim, Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus, habituais titulares de Tite, treinaram juntos, no que pode ser interpretado quase que como uma garantia de que esta será a equipe que entrará em campo no domingo para enfrentar a Suíça, na estreia do Brasil na Copa do Mundo da Rússia, em Rostov-on-Don.

Compartilhe isto: