A Câmara Municipal de Serra Talhada (CMST) realiza nesta segunda-feira (19) a penúltima sessão ordinária do semestre. A última sessão é no dia 26 de junho e logo em seguida os vereadores entram em recesso por trinta dias.

O curioso é que a Câmara não funciona desde o feriado de Corpus Christi uma vez que o presidente da Casa Joaquim de Souza Melo, Nailson Gomes, optou em dar folga na última sexta-feira (16).

O recesso parlamentar em julho poderia ter sido extinto caso os vereadores tivessem aprovado um projeto de lei de autoria do vereador Marcos Oliveira, que reduz as férias de 60 para 30 dias. Na época, o atual presidente Nailson Gomes se posicionou contra o projeto que se encontra engavetado e fora de pauta. Neste semestre, nenhum parlamentar provocou o debate em torno do fim do recesso no meio do ano.

Nesta segunda-feira três projetos de lei estão em pauta: um que altera o Código Tributário Municipal e outro que declara de utilidade pública a Fundação Altino Ventura. Ambos do Poder Executivo. O terceiro é do Poder Legislativo que concede título de cidadão ao conselheiro tutelar Antonio Alves. A sessão começa às 20 horas.

 

Compartilhe isto: