A Polícia Militar fechou no final da noite dessa terça-feira (8) um matadouro clandestino de carne de jumento em Salgueiro. Durante a ação policial, três pessoas foram detidas dentro do estabelecimento, que funcionava na rua Rita Alves, no bairro Primavera.

Segundo a polícia, após denúncias, o policiamento foi até o abatedouro e encontrou um animal sacrificado e outros cinco que seriam mortos durante a madrugada desta quarta-feira (9). No local, os policiais prenderam Maricélio de Carvalho Marins, 37 anos, além de Maurílio de Carvalho Marins e Cícero Henrique dos Santos, ambos de 32 anos.

Os suspeitos foram levados à Delegacia de Polícia Civil da 193ª Circunscrição em Salgueiro, onde permanecem à disposição da justiça.

SAÚDE – Segundo a Vigilância Sanitária, a venda desse tipo de carne é proibida por lei no país. Por conta da proibição, não existem abatedouros de jumentos ou cavalos legalizados e qualquer carne da espécie que for distribuída não passou por qualquer fiscalização. A carne abatida em local inadequado pode estar contaminada com brucelose, causada por bactéria; o vírus da raiva e cisticercose.

( Do Ne10 )

 

Compartilhe isto: