O que foi o Cine Plaza, em ST, agora é um templo religioso

Fotos: Farol de Notícias / Max Rodrigues

Dois jovens cineastas afogadenses, Willian Tenório e Bruna Tavares, pretendem contar através de um curta metragem a história dos extintos cinemas de algumas cidades do Alto Pajeú. Entre elas estarão o “Cine-Theatro São José”, do “Cine Art” e “Cine Plaza”, ambos em Serra Talhada.

Além deles, participaram do projeto “Extinto Cinema”, as cidades São José do Egito, Tabira, Itapetim, Carnaíba e Afogados. A dupla visitou a cidade esta semana para traçar os detalhes das gravações e conversou com Paulo César Gomes, exclusivo para o FAROL DE NOTÍCIAS.

“O trabalho visa estabelecer um laço entre a origem e surgimento de cada cinema, e também, resgatar as memória e os fatos marcantes envolvendo esses locais, visto pelo olhar de quem vivenciou o período”, explicou Tenório.

Segundo Tenório, Serra Talhada foi a única cidade da região a possuir três cinemas, o que reforça a importância do trabalho de pesquisa que irá ser desenvolvido em Serra Talhada.

“As histórias dos cinemas de Serra Talhada nos chamou bastante atenção, principalmente pelo fato de que a cidade conviveu com dois cinemas em atividade durante três décadas, algo bastante raro para um cidade do interior”.

Ainda de acordo com a professora de História na Faculdade do Sertão Pernambuco (FASP), Bruna Tavares, o projeto será custeado pelo Funcultura, projeto de fomento a cultura, mantido pelo governo do Estado.

“As gravações começaram em outubro, incluísse as gravações em Serra Talhada, em dezembro o curta será lançado. Depois a gente vai enviar cópias para os cine clubes, para os festivais de cinemas em vários regiões do país e também exibiremos nas cidades que fizeram parte do roteiro do projeto”, detalhou.

 

 

Compartilhe isto: