Publicado às 04h18 desta segunda-feira (9)

Faltando três dias para a abertura da 19º ExpoSerra a direção da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e do SindCom (Sindicato Patronal) avaliaram que mesmo sem a realização de shows, durante os três dias do evento, e diante de uma grave crise financeira em todo o país, a Exposerra já é um grande sucesso, principalmente em relação a participação de vários expositores regionais e nacionais e da perspectiva do fechamento de muitos negócios durante a feira.

“Para a ExpoSerra desse ano foram vendidos todos os estandes, sem exigência de shows ou de festa, isso é uma verdade! E isso é uma coisa muito positiva. O evento precisa ser um evento de negócio. O modelo adotado anos passado foi aprovado, agradou, e a maioria esmagadora das empresas que estiveram no ano passado também estão esse ano”, declarou Francisco Mourato, presidente do SindCom, durante coletiva realizada na sede da CDL.

Ainda durante a entrevista, Mourato, defendeu a “correção de rumo” adotado pelo setor,  classificando a postura adotada pelo organizadoras em 2017 como “necessária para que o evento possa continuar a existir.

“As empresas aprovaram a correção de rumo que foi feita, ou seja, deixa de ser um evento com muito comprometimento com a parte de show e passa ser um evento de negócio, e que no último dia tem uma confraternização. Os expositores e a própria população aprovaram esse correção feita no ano passado. Uma reinvenção necessária para o evento possa existir”, disse o presidente do SindCom.

Compartilhe isto: