Fotos: Arquivo Farol de Notícias

Publicado às 18h desta quinta-feira (13)

Após três meses de investigações, o delegado Cley Anderson Rodrigues, responsável pela 177ª Circunscrição de Polícia Civil de Serra Talhada, apresentou a Justiça o inquérito, nesta quinta-feira (13), que aponta o médico cearense Mário Genário Dourado, de 75 anos, culpado pelo acidente que vitimou o funcionário público e empresário serra-talhadense Manoel Messias de Lima, 45 anos, provocando sua morte.

O acidente aconteceu no dia 26 de junho, por volta das 16h, no Km 419 da BR-232. Momento em que o veículo Jeep Branco, de placa OJJ 7700, da cidade de Juazeiro do Norte-Ceará, colidiu na traseira da motocicleta Honda CB 500, vermelha e de placa OYN 5566 pilotada por Manoel Messias, que era funcionário da Circunscrição Regional de Trânsito de Serra Talhada (Ciretrans) e proprietário do ponto de mototaxistas ’21 21′.

Em contato com o FAROL DE NOTÍCIAS, o delegado municipal confirmou que o inquérito foi concluído com o indiciamento de Mário Genário por homicídio culposo e lesão culposa no trânsito.

“Hoje conclui o inquérito que vitimou Manoel Messias, o empresário do Mototáxi 2121. Indiciei o condutor do veículo, que se condenado pode pegar de 3 a seis anos de prisão, além do fato de poderá ter sua carteira de motorista suspensa por tempo indeterminado. Ou até mesmo ser proibido de obter a permissão para dirigir”, explicou Cley Anderson Rodrigues.

Nas imagens do acidente é possível ver a traseira da motocicleta e o para-choques do Jeep completamente destruídos pelo forte impacto

Empresário de Serra Talhada morre na BR-232

Médico envolvido no acidente tem 75 anos

Compartilhe isto: