Passados nove dias do segundo mandato do prefeito Luciano Duque, o cenário ainda é de incertezas com relação a definição de secretarias, principalmente, no setor da cultura. Com a extinção polêmica da Casa da Cultura de Serra Talhada pela atual gestão, muito se especula sobre o novo formato que o governo dará ao setor.

Em entrevista ao FAROL, nesta segunda-feira (9), o secretário de Cultura e Turismo, Anildomá Souza, tem evitado adiantar cenários alegando que está ‘sem saber de nada’. Apesar disso, ‘Domá’ já realocou a equipe da Secretaria de Cultura para a sede da extinta Casa da Cultura, no Centro, e de lá vem despachando na sala do antigo presidente, Tarcísio Rodrigues.

Indagado sobre as especulações de que o prefeito Luciano Duque irá fundir a Secretaria de Cultura com a Fundação Cultural de Serra Talhada, fazendo das duas um único órgão, ‘Domá’ manteve o suspense, afirmando que não há ainda definição de como ficará a administração da pasta e nem do novo formato de trabalho da Fundação.

“Ainda não tenho nenhuma informação oficial a respeito de como vai ser a secretaria e a fundação, não tenho absolutamente nada a respeito. Nem tenho planos ainda, estou cuidando da Casa da Cultura e projetos pessoais por enquanto”, adiantou o atual secretário de Cultura, que faz parte da cota do PT na gestão Duque, reforçando:

“Estou aguardando o comando de Luciano Duque e por enquanto a Casa da Cultura está na responsabilidade da nossa secretaria. Mas estou aguardando como vai ser o novo formato da fundação e da Casa da Cultura”.

Compartilhe isto: