Publicado às 12h30 desta sexta (9)

Se recuperando bem após ter sido atingido por um tiro de espingarda 12 no início da semana, o médico George Conrado já prestou depoimento à Polícia Civil dando detalhes sobre como aconteceu o crime que quase tirou a sua vida.

A informação foi confirmada ao Farol de Notícias pelo delegado regional Olegário Filho, em conversa com nossa reportagem nesta sexta-feira (9).

“O médico já prestou depoimento ao delegado Clay Anderson, que é quem está à frente do caso e as investigações estão caminhando e avançando”, afirmou Olegário Filho, de forma breve.

O delegado frisa que não pode dá maiores detalhes para não atrapalhar o andamento das investigações. Indagado sobre a suspeita de que o carro utilizado pelos atiradores seria locado, o delegado preferiu não comentar.

Olegário Filho revelou, no entanto, que as equipes trabalham com duas linhas principais de investigação. “O que posso dizer é que as diligências continuam e temos duas linhas principais”.

Indagado sobre o carro Onix encontrado incendiado na zona rural de Serra Talhada, um dia após o atentado, o delegado declarou que “tudo indica, pelas imagens” que o veículo foi sim o mesmo utilizado pelos criminosos.

FIQUE POR DENTRO

Dr. George Conrado sai da UTI em ST e se recupera bem

Localizado veículo suspeito de ser usado em atentado

 

Saiba características de veículo usado por atirador

 

Deputado: Dr. George não deve guardar mágoas

Compartilhe isto: