Foto: Reprodução / Google Maps

Após uma série de acidentes no km 410 da BR-232 na semana passada, uma jovem de 22 anos, estudante de Direito na Faculdade de Integração do Sertão de Serra Talhada (Fis) procurou a reportagem do FAROL para relatar os perigos que tem passado ao ir para a faculdade. De acordo com a estudante, que pede para não ter sua identidade revelada, quase foi atropelada por um caminhão que trafegava em alta velocidade.

“Eu estudo na Fis e naquele cruzamento para entrar na rua da faculdade pela BR- 232 têm muitos acidentes. Tanto à tarde como à noite, às 19h é o pior horário. Na sexta-feira passada (7), um caminhão ia passando por cima do carro que eu vinha. A carreta estava em alta velocidade, foi horrível sexta-feira, eu pensei que ia morrer. Queria pedir uma solução para as autoridades”, contou a jovem, completando:

“Só vão fazer alguma coisa quando alguém morrer? O tráfego naquele trecho é muito grande por conta da faculdade. Gostaria de alguma solução para o caso, uma lombada eletrônica, um sinal de trânsito, guardas de trânsito, alguma coisa. Os alunos e os pais vivem com medo de acidentes. Será que como alunos não somos dignos de segurança pública?”

Compartilhe isto: