Publicado às 05h18 desta quinta-feira (12)

A Câmara Municipal de Serra Talhada (CMST) vai fechar o ano envolvida numa série de notícias negativas. Em nove meses, foram várias informações com excesso de diárias pagas aos parlamentares, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) fez uma advertência com relação ao volume de contratos da Casa e recomendou a realização de concurso público e o nível dos debates em plenário foram decrescentes. Muito bate-boca e pouca ação efetiva.

Apesar desta retrospectiva, a disputa pelo cargo de presidente da Casa Joaquim de Souza Melo já começou. A eleição só acontece em dezembro de 2018, mas nos corredores pelo menos quatro nomes estão na disputa: Zé Raimundo Filho (PTC), Sinézio Rodrigues (PT,),Pinheiro do São Miguel (PTB) e Agenor de Melo (PTB).

Dos quatro, dois são estreantes- Pinheiro e Sinézio-. O Farol conversou com um vereador que garantiu não existir favoritos, mas que há uma simpatia pelo nome de Pinheiro.

Enquanto isso, o atual presidente, Nailson Gomes (PTC), deve ‘ressuscitar’ um instrumento na próxima semana para diminuir a carga negativa em cima dos vereadores. O programa Câmara Itinerante vai sair do papel e uma vez por mês haverá sessões itinerantes nos bairros.

Compartilhe isto: