Show da banda D.Gritos na Festa de Setembro de 1992 – Foto cedida ao Farol de Notícias

Publicado às 13h desta sexta-feira (8)

O professor, escritor e colunista do Farol, Paulo César Gomes, autor do livro “D.Gritos: Do Sonho à Tragédia”, já deu o ponta pé inicial para que durante a realização da edição da Festa Setembro, seja realizado um Tributo a Ricardo Rocha, ex-vocalista da banda serra-talhadense D.Gritos.

A homenagem contará com a participação de amigos do falecido cantor e da nova geração músicos serra-talhadenses. O escritor adianta que um primeiro contato já foi feito com o presidente da Fundação Cultural de Serra Talhada, Anildomá Willams, mas que ainda falta uma reunião seja feita para que o martelos seja batido.

“Em 2018 completará 25 anos da morte Ricardo, e nada mais justo do que se faça um evento para relembrar a sua história de vida e seu trabalho. Por isso já conversamos com Domá, que se mostrou interessando, mas é preciso fechar os detalhes e observar a estrutura que a Fundação de Cultura terá esse ano. Apesar disso, não perdemos tempo e entramos em contato com os ex-D.Gritos, Camilo Melo, Jorge Stanley, Gisleno Sá e Edésio, o primeiro baterista da banda. Todos já sinalizaram positivamente. Ainda estamos em contanto com outros cantores para confirmarem suas presenças”, disse Paulo César Gomes.

A HOMENAGEM 

O escritor também adianta que não haverá um novo show da D.Gritos, grupo que fez história no interior de Pernambuco nos anos 1980 e 1990, mas que o repertório da banda será executado com participações dos seus ex-integrantes, e também teremos releituras musicais feitas pela banda Kaêra.

“Fiz convite aos integrantes da banda Kaêra, para serem os anfitriões que irão receber os convidados. Eles ficaram muito felizes com convite e de cara toparam o desafio. Durante a preparação a gente vai desafiar, no bom sentido, a Kaêra a fazer algumas versões de músicas de Ricardo Rocha que ainda hoje não foram gravadas, a gente confia neles e sabe que eles vão surpreender a todos”, concluiu.

A TRÁGICA MORTE DE RICARDO ROCHA

Ricardo Rocha morreu nos primeiros minutos do dia 30 de agosto de 1993, quando foi vitimado por uma descarga elétrica, quando se apresentava com a banda D.Gritos, em show realizado na Praça Sérgio Magalhães. Ele faleceu muito jovem, com apenas 23 anos.

Ricardo deixou mulher e dois filhos, muitos amigos, várias músicas gravadas e alguns poemas publicados. Rocha também é autor uma série de músicas inéditas que ficaram rascunhadas em seu caderno pessoal e que foram publicados no livro “D.Gritos: Do Sonho à Tragédia”.

Compartilhe isto: