Foto enviada pela Cedan Rações

Publicado às 04h35 desta segunda-feira (8)

A falta d’água em Serra Talhada, que vive um rigoroso rodízio no abastecimento imposto pela Compesa, já afeta as poucas indústrias de Serra Talhada. Um exemplo é a Cedan Rações, empresa que vai completar 18 anos e gera mais de 100 empregos diretos.

Localizada no bairro do Bom Jesus, e exportando para países da América Central, a empresa perfurou cinco poços dentro da empresa, mas não foi suficiente. Devido ao alto teor de sal, os poços secaram e a empresa teve que partir para um plano ‘B’,

“Devido os preços exorbitantes, a saída está sendo o investimento em carro tanque com duas viagens por dia ao distrito de Roças Velhas, em Flores. Usar água da Compesa é inviável e falta muito”, explicou o empresário João Daniel, em conversa com a reportagem do Farol.

A empresa que tem um consumo diário de 20 mil litros de água/dia, também ajuda aos que precisam cedendo o carro pipa.

“Estamos vendo o sufoco dos nossos vizinhos que usam uma quantidade bem menor que a gente e também passa pelo mesmo problema. A saída é pedir a Deus chuva, se não chover não sabemos como vai ficar. E já estamos socorrendo outros empresas com nosso carro e pedir que Roças Velhas dê conta até a chuva chegar”, reforçou Daniel.

Compartilhe isto: