Publicado às 05h36 desta quinta-feira (2)

Uma mulher é vítima de violência doméstica há cerca de cinco anos no bairro Bom Jesus em Serra Talhada. Ela afirma que a Polícia não tem atendido mais seus pedidos de socorro.

Em contato com o FAROL, nesta terça-feira (31), a auxiliar de serviços gerais da Prefeitura de Serra Talhada, Rita Anita da Silva, de 44 anos,  tem dois filhos, e aponta o ex-marido como agressor há cerca de cinco anos.

“Vivo por quase cinco anos, com agressões verbais, morais e físicas. Ele rasgou todas as minhas roupas e quebrou o vidro da porta e a fechadura. Comprei outra fechadura na (segunda-feira, 30) e ele já quebrou. Chamei a polícia várias vezes e as viaturas não vêm. Fui na delegacia prestar queixa, relatei as agressões, o furto de uma quantia de R$ 200 do meu aluguel, bem como objetos pessoais”, detalhou Rita.

Rita da Silva também contou que por conta das agressões já perdeu o emprego e teve objetos levados pelo ex-companheiro. Ela pede que medidas sejam tomadas para que possa retornar a sua vida normalmente.

“Fui dispensada do trabalho sem ter sido tomada medida alguma. Ele é ex presidiário, foi preso por duas vezes, me ameaçou em público com um facão. Tudo isso foi relatado na DP. A polícia tem feito o maior descaso. Está em posse do meu ex-companheiro o meu cartão do bolsa família, documentos, uma caixa de som”, finalizou.

Compartilhe isto: