Publicado às 05h23 desta quarta-feira (20)

O ano legislativo chegou ao fim e o presidente da Câmara Municipal de Serra Talhada (CMST), Nailson Gomes, fez uma manobra e não colocou em pauta o projeto de lei de autoria do vereador Antonio de Antenor (foto), do PR, que reduz o recesso parlamentar de 60 para 30 dias.

Os vereadores já estão de férias e só retornam ao plenário em fevereiro de 2018, ou em caso de convocação extraordinária.

Na última segunda-feira (18), o líder da oposição, Antonio de Antenor, não escondeu a decepção com o gesto do presidente da Casa Joaquim de Souza Melo e cobrou respostas para 2018.

“Trabalhamos aqui no plenário apenas uma vez por semana. Vamos dar uma resposta a sociedade, senhor presidente, que deseja o fim do recesso. Em fevereiro, vamos colocar em pauta este projeto que deveria ser votado hoje (segunda-feira)”, clamou Antenor.

Compartilhe isto: