pt-corruptosPor Jorge Apolônio, policial federal e membro da Academia Serra-talhadense de Letras

Todo mundo sabe que o sistema político brasileiro está completamente deteriorado, destroçado pela corrupção, desmoralizado, desacreditado. Isso não é novidade.

A sociedade clama e espera mudança radical nesse sistema. Mas quem fará tal mudança? Pela lei, os que dele se beneficiaram. É paradoxal? Infelizmente, é. Como a mudança não interessa a eles, pois significa risco concreto de perda de poder, então se dá essa demora infinita.

Mas a elite política brasileira viu acender a luz vermelha do alerta. A operação Lava Jato tem demonstrado dia a dia que essa classe está toda podre e, por isso mesmo, prestes a ser expulsa do cenário. Quem não mudar será mudado, já dizem entre si os que acham que escapam.

Quem tem noção de política sabe que foi com o PMDB que o PT aprendeu a fazer os “malfeitos” que fez. Quando, arrogante e pretensiosamente, achou que era o bambambam do pedaço, tentou engolir o PMDB, deu-se mal, pois este não lhe ensinara o famoso “pulo do gato”. Na hora H, o PMDB virou-lhe as costas, deu-lhe uma rasteira e hoje é quem comanda o governo. O PT está fora.

Nada é eterno. Não há bem que sempre dure nem mal que nunca se acabe. Tudo tem seu tempo. Esses três chavões foram citados para tentar convencê-lo de que está passando o tempo dessa corja política que levou o Brasil a esse desastre moral e político. Espera-se que não sobre pedra sobre pedra.

O “grande” professor dessa corja, José Sarney, já passou. Passarão seus discípulos Renan, Jáder, Jucá, Cunha, Temer e uma infinidade. Quem conhece História sabe disso. Quem viver verá.

Ainda que os apaixonados ou fanáticos não acreditem, o PT já passou. Quem diria? Passou e deixou um rastro de desastre monumental para a sociedade brasileira digerir. Tudo na vida tem seu preço, a estupidez (de qualquer natureza, mas especificamente a estupidez política) também tem — e é caro.

Compartilhe isto: