Da Folha de PE

A Autoridade Palestina acusou Israel de cometer um “massacre horrível” na fronteira da Faixa de Gaza com este país, onde 37 manifestantes palestinos morreram e outros 500 foram feridos em confrontos com as forças israelenses, antes da inauguração da embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém.

Yusuf al-Mahmud, porta-voz da Autoridade Palestina, pediu em um comunicado “uma intervenção internacional imediata para frear o massacre horrível em Gaza cometido pelas forças israelenses de ocupação contra nosso heroico povo”.

Compartilhe isto: