Fotos: Farol de Notícias/Max Rodrigues

Publicado às 03h17 deste sábado (2)

O clima de descontração que marcou o reencontro entre o deputado federal licenciado e secretário de Transportes, Sebastião Oliveira (PR), e o prefeito Luciano Duque (PT), durante a recepção ao governador Paulo Câmara (PSB), no Aeroporto Santa Magalhães, nessa sexta-feira (1), pode ter sido apenas um ‘jogo de cena’ pois o clima entre os dois principais líderes políticos ainda é de muita provocação e rivalidade.

Dessa vez coube ao deputado Sebastião Oliveira, responder às provocações de Duque. Na semana passada, o prefeito petista em entrevista ao Farol, afirmou que Oliveira “era da tendência de Valdemar Costa Neto” e que desconhecia “a existência de ‘mamateiros’ dentro do seu partido (PT)”.

Também em conversa com o Farol,  Sebá foi direto ao ponto e não negou a sua “relação de amizade” e “de admiração” pelo ex-deputado Valdemar da Costa Neto (PR).

“Não tenho nenhum problema em dizer que tenho amizade, respeito e admiração por Valdemar da Costa Neto, acho que ele foi condenado injustamente (no mensalão do PT), porque não haviam provas contra ele”.  afirmou o republicano, que em seguida cutucou novamente Duque sobre a polêmica dos ‘mamateiros’, que segundo ele, “ganham sem trabalhar” e “só vivem nas redes sociais”.

“Agora ele (Luciano Duque) sabe que tá cheio de ‘mamateiros’ lá (na prefeitura), tem gente que só recebe e não trabalha, e que só vive nas redes sociais e nos grupos de watsapp. Agora a coisa apertou (corte nas receitas do município) e ele tá tendo que demitir e já tem gente lá dentro (no grupo político) começando a chiar com essas demissões”, disparou o deputado federal licenciado.

AGRADECIMENTO

Apesar das ‘alfinetadas’, Sebastião Oliveira agradeceu ao prefeito de Serra Talhada pelo gestor investir cerca de R$ 100 mil para viabilizar o posto policial no bairro Vila Bela.

“Eu quero agradecer do fundo do meu coração ao governador, quero agradecer ao prefeito Luciano Duque do fundo do coração pela parceria que ele fez com o governo do estado aqui. E dizer que é obrigação do estado a segurança pública, mas é um dever de todo cidadão e cabe a vocês, aos cidadãos e cidadãs, cuidar de onde moramos de informar a polícia e aos órgãos competentes para que o crime seja combatido”, reforçou.

Compartilhe isto: