Foto: Farol de Notícias/Alejandro García

O deputado federal licenciado e secretário de Transportes de Pernambuco, Sebastião Oliveira, não poupou críticas ao prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, ao ser questionado sobre a obra do anel viário previsto para unir os bairros do Bom Jesus ao Vila Bela.

Na opinião do secretário, muitos dos acidentes poderiam ter sido evitados no trecho da BR-232, próximo ao residencial Vila Bela, caso o prefeito tivesse entregue o projeto básico da obra. O assunto foi alvo de debate no programa Farol de Notícias, no último sábado (17).

“Eu, prefeito de Serra Talhada não ter R$ 200 mil para pagar um projeto básico de uma obra tão importante como essa? Na hora que o projeto chegar em minhas mãos eu vou analisar, mas como é que vou estimar quanto é o anel? Ele (Duque) está empurrando mais uma vez é a responsabilidade para o governo. A responsabilidade é dele. Quem inventou foi ele (Luciano Duque). Vocês conhecem como o anel de Paulo ou de Luciano? Com todo respeito, falta vontade política por parte do prefeito”, disparou Oliveira, que criticou o fato do prefeito petista esperar por uma verba do governo do estado para bancar o projeto.

CÂMERAS DE SEGURANÇA

Ainda durante a entrevista, Sebastião Oliveira criticou o argumento do prefeito que convocou a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) para dividir os custos com a instalação de câmeras de segurança no centro da capital do xaxado. ‘Sebá’ foi irônico.

“Olha, psiu! Amigo Duque! Olha, psiu! Tu sabe que eu tô até aliviando pro teu lado, mas para com essa mania de jogar tudo que é de ruim para os outros, rapaz!”, disse Sebastião Oliveira, elevando o tom da voz. “Assume a responsabilidade de prefeito, rapaz!, pelo amor de deus, oxente!”.

Compartilhe isto: