O presidente da Fundação Cultural de Serra Talhada, Anildomá Souza, denunciou, ao Farol de Notícias, um ato de vandalismo na PE-390, que liga Serra Talhada ao município de Floresta, no Sertão, com o objetivo de prejudicar o fluxo turístico em Serra Talhada e região.

Segundo ele, a placa indicativa ao Sítio Passagem das Pedras, onde nasceu o cangaceiro Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, foi destruída.

“A placa foi roubada. Alguém cortou com foice a madeira e levou com placa e tudo. Essa placa foi colocada para indicar aos visitantes e turistas a localização do Sítio Passagem das Pedras. Estava afixado no mesmo local que dá acesso a Fazenda São Miguel, uma atitude de desrespeito ao trabalho desenvolvido na cidade para fortalecer o turismo e a cultura local”, lamentou Anildomá Souza.

Compartilhe isto: