Um vídeo que mostra uma mulher de salto alto pisoteando um cachorro amarrado viralizou nas redes sociais brasileiras, indignando os internautas por seu teor brutal. As imagens, no entanto, não foram feitas no Brasil como é dito. A filmagem é antiga e foi feita na Filipinas, na Ásia, por um casal envolvido em uma prática chamada de “crush fetish” – usando os pés, as pessoas maltratam até a morte pequenos animais como cachorro, gatos e coelhos, entre outros.

Os responsáveis foram presos em 2012, segundo uma ONG de defesa dos animais, e não apenas por maus-tratos aos bichinhos. As cenas teriam feito parte de um processo contra o casal Vicente e Dorma Ridon, acusados de tráfico de seres humanos, crueldade com animais, abuso infantil, violação de vida selvagem e de aliciar garotas entre 12 e 18 anos para atuarem em filmes que tratavam do fetiche sexual.

Este não teria sido o único vídeo e diversos outros animais foram mortos em ações semelhantes promovidas pelo casal.

Segundo as leis das Filipinas os maus-tratos com os animais podem ser punidos com prisão de não menos de seis meses, nem mais de dois anos ou multa não inferior a mil pesos (P1,000) nem mais de cinco mil pesos (P5,000) ou ambos. No caso do casal, eles foram condenados a prisão perpetua devido a junção dos crimes.

Denuncie crimes contra animais

No Brasil, a Lei 9.605 tipifica maus-tratos aos animais como crime, com punição de prisão de três meses até um ano, e uma multa. Caso o animal morra, a pena pode aumentar.

O número para denunciar ações criminosas contra os animais no Recife é o da Secretaria Especial dos Direitos Animais (Seda), o (81) 3355.8371. Segundo o site da Prefeitura, não são aceitas denúncias anônimas, mas o denunciante é preservado.

Da Folha de PE

Compartilhe isto: