Do Jornal do Brasil

O presidente mais impopular do mundo, segundo uma pesquisa do grupo de análise política Eurasia, conseguiu mais uma vez que denúncias contra ele fossem rejeitadas, numa votação apertada na Câmara de Deputados.

Michel Temer (PMDB) afirmou que a “verdade venceu”, após somar 251 votos pela rejeição da investigação, contra 233 favoráveis.

Cientistas políticos, entretanto, apontam para um enfraquecimento do seu governo, e uma tentativa de descolamento político da economia, defendido por Temer para se manter no poder.

A Câmara rejeitou na noite da última quarta-feira (25) a segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente – organização criminosa e obstrução da Justiça.

No início de agosto, o presidente já havia se livrado de uma denúncia por corrupção passiva, também resultante das delações da JBS.

O governo venceu ambas as votações após semanas de intensas negociações e a ampliação de emendas parlamentares.

Compartilhe isto: