cist

O abandono da memória histórica e cultural de Serra Talhada ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira (13). O Clube Intermunicipal de Serra Talhada (CIST) que já foi um território ‘sagrado’ para população serra-talhadense, agora provoca medo e riscos aos moradores do entorno.

Abandonado pelos sócios e pelas autoridades competentes, as paredes do Cist podem desabar a qualquer momento por falta de zelo. Como se não bastasse, o que prevalece no antigo ‘dancing’, no centro do clube, é uma imensa poça de água oriunda das últimas chuvas e um ‘prato cheio’ para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, doenças que aterrorizam os nossos dias.

Francamente, o estado atual do clube é um duro retrato da inoperância dos que fazem o Cist e uma prova que em Serra Talhada, memória é para ser sepultada. Que venham os mosquitos da morte! As fotos são de Alejandro García.

cist 2cist 3

Veja também:   Samu atrasa salários e servidores temem fechamento