Fotos: Farol de Notícias/Celso Garcia

Publicado às 19h desta terça (11)

Nessa terça-feira (11), o Farol de Notícias entrevistou a moradora da Cagep, Edna do Nascimento Ferreira, de 26 anos, sobrinha de Maria Eunice do Nascimento, mais conhecida como Nice, 50 anos, a qual teve sua casa destruída no bairro Vila Bela.

No dia 26 de dezembro de 2021 um indivíduo tocou fogo na casa de Maria Eunice, alegando que o filho da senhora estava tendo um caso com sua ex-esposa. O suspeito está foragido (relembre aqui). No momento Maria está morando com sua sobrinha Edna, pois a casa ficou destruída. Ela agora precisa de ajuda para reformar o lugar.

“Um rapaz do Vila Bela estava com ciúme do filho dela com a ex-esposa e decidiu tocar fogo na casa da minha tia. A mulher foi na delegacia prestar queixa, disse que não tem nada com meu primo, disse que o ex-marido dela é um psicopata. Isso aconteceu no dia 26 de dezembro Graças a Deus no dia ela não estava em casa, até porque desde o ano passado que ela vai para a casa dela, para 2 ou 3 dias e volta para minha casa, ela vem aqui para casa porque lá ela estava passando necessidade”, contou Edna, pedindo ajuda para a tia:

“Nós estamos pedindo ajuda para a gente fazer uma reforma na casa dela, porque só ficou as paredes mesmo, caiu o teto, destruiu tudo. Estamos aceitando qualquer valor, tem gente que está doando R$ 1,00, que o que pode dor e estamos aceitando tudo de bom agrado. O que ela tem hoje só é a vida e o terreno para reformar a casa”.

Veja também:   Serra Talhada dá adeus a 'Ciço Rezador'

DEFICIÊNCIA MENTAL

Edna revelou que Nice enfrenta ainda – além da casa e dos móveis perdidos completamente perdidos – um diagnóstico de deficiência mental. “Ela tem deficiência mental, já demos entrada duas vezes no benefício dela, mas é negado, ela não sabe ler, nem escrever, ela tem dificuldade de falar, a mentalidade dela é igual a de uma criança, ela também não enxerga muito bem, o juiz disse que realmente ela tem a deficiência, mas que não incapacita ela para o trabalho, mas como ela vai trabalhar sem saber fazer nada?”, disse a sobrinha Edna.

APENAS O BOLSA FAMÍLIA

“O único dinheiro que ela tem é o do bolsa família que só dá para pagar as contas de água e luz, e para piorar fizeram gato tanto na água, quanto na energia dela. Desde outubro que venho trazendo ela para minha casa, porque ela tinha a casa, mas não tem condições de arcar com comida. Estou pedindo ajuda porque moro só com meu filho, não recebo pensão, só ganho no que trabalho na banca Confiança e o da bolsa família, se eu tivesse mais condições eu fazia mais por ela”, conclui Edna.

COMO AJUDAR

Edna pede contribuição de qualquer valor para ajudar a tia a se recompor, pois como ela não tem benefício e só vive do Bolsa Família, não tem como reformar a casa e nem como se manter.

Para ajudar você pode entrar em contato pelo número: (87) 99826-8234 e falar com Edna, ou ir diretamente em sua residência que fica localizada no bairro Cagep, Rua professor Josué de Castro , nº 411 . Você também pode fazer a contribuição através das chaves PIX: 07871951467 ou heytordanielmoura@gmail.com.

Veja também:   Vulcão entra em erupção perto de Reykjavik, capital da Islândia

Edna (de camisa rosa) ao lado da tia Nice avaliam destruição