Fotos enviadas pela leitora

Por Bel Alves, moradora do bairro Ipsep,em Serra Talhada

Publicado às 06h22 deste domingo (22)

É impossível olhar essa cena e não sentir vergonha. Esta imagem é da Avenida Francisco José de Souza, no bairro Ipsep, em Serra Talhada, na descida lateral do Hotel 411. Eu venho por esse canal de imprensa pedir a população local que se atente sobre essas ações, todo esse lixo, vergonhosamente descartado de forma errada pelos próprios moradores, além de manchar a imagem de Serra Talhada em peso, ocasiona um impacto negativo da saúde de quem reside nas proximidades e ocasiona em proliferação de ratos, baratas, moscas…, isso causa dano na cidade em geral, já que se torna um foco de insetos e mosquitos transmissores de doenças como a chikungunya.

Estamos vivendo uma pandemia e além desse fato, pessoas com má educação ainda conseguem piorar o quadro que nos encontramos, descartando esse lixo em terrenos privados. Quem não gosta de lixo na frente da própria casa, como jogar o que rejeitamos para outros? Pensem e vejam o que oferecem aos demais.

Vamos começar a abrir a consciência, existem inúmeros cidadãos que estão vindo de outras cidades para residir em nossa comunidade e esse fato decorrente ao desenvolvimento que na mesma está sendo realizada para o bem de cada um de nós serra-talhadenses, devemos ser conscientes que uma cidade evoluída significa emprego bom, organização, educação e um lugar que cause bem para quem chega e para quem é filho desse chão. Tudo de negativo que repercute sobre a cidade fala muito de nós, então, quem não quiser escutar nomes muito pesados, como infelizmente eu escutei nos generalizando, que não fala sobre meus atos, mas me fere, se eu amo um lugar eu zelo e isso é um fator lógico.

Veja também:   Brasileiro é preso em Portugal durante operação da Interpol

A coleta realizada pela prefeitura nas terças, quintas e sábados de cada semana, está sendo realizada indiscutivelmente bem, então qual o motivo para tanta má educação?  Não se tem nenhuma desculpa plausível para tamanho despautério.

Todos nós queremos dignidade, então que todos ofereçam a dignidade de uma vida melhor, sem poluição e sem oferecer danos de nenhuma forma para os demais, olhem o futuro de nossos filhos, sobrinhos e netos por que o bem ou o mal que oferecemos servirá para eles em primeiro lugar.