Por Renato Alves, Membro da Associação dos Praticantes de Cultos Afro-brasileiros do Sertão Pernambucano

“Em nome de todos os praticantes dos cultos afro-brasileiros de Serra Talhada (821 membros), venho repudiar as atitudes que as duas coligações (PT e PR) estão tomando de chamar outra pessoa de macumbeiro no intuito de desqualificar. Isso caracteriza “PRECONCEITO RELIGIOSO”, na grande maioria do povo de Camdomblé são pais e mães de familias, cidadãos de bem, vocês têm que saber que os “macumbeiros” também votam nesta cidade, e não vamos ficar de braços cruzados, se isso persistir iremos acionar a Justiça. Não sabemos por que os nossos amigos Higino Carlos, que apoia Sebastião, e Diego Ferreira, que apoia Luciano Duque, ainda não se pronunciaram em defesa da nossa religião.”

NOTA DOS EDITORES: O FAROL apoia a manisfestação de Renato Alves em favor dos Membros da Associação dos Praticantes de Cultos Afro-brasileiros do Sertão de Pernambuco. E repudia, veementemente, qualquer tipo de discriminação religiosa, dentro ou fora da política.

Veja também:   Carlos Evandro diz que será leal e não seguirá Sebastião