Publicado às 14h04 desta quarta-feira (11)

Indagado, nesta quarta (11) no programa Frequência Democrática, sobre quando o Aeroporto Santa Magalhães irá realmente operar com voos comerciais, o deputado Sebastião Oliveira (PR) adiantou que a previsão só depende de uma certificação emitida pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a qual deve sair em até 90 dias.

Ele justificou que esse tempo é o previsto para terminar as obras de instalação das cercas de proteção da pista, a última exigência feita pela Anac para a tão aguardada liberação, mas adiantou que voos charter já poderão ocorrer antes mesmo da instalação da cerca.

O voo charter não é regular e funciona apenas quando há demanda. Segundo Sebastião Oliveira, apesar das exigências de instalação da cerca, a Anac já liberou um desses voos comerciais por semana, geralmente fretados por empresários, para o Aeroporto Santa Magalhães.

“A Anac já autorizou um voo charter por semana para Serra Talhada, o que já é um grande avanço. O conglomerado de todos esses setores: comércio, polo médico e prefeituras, se tiverem interesse já podem usufruir, mas se houver interesse dessa comunidade em fazer essa contratação com o departamento comercial da Azul”, ponderou o deputado, detalhando:

“A certificação (final da Anac) vai demorar ainda uns 60 ou 90 dias por conta da cerca. Agora, a partir de amanhã (12), se houver interesse do empresariado e do comércio local, do grande polo médico que temos, do trade turístico da região, como Triunfo, dos prefeitos da região, esses voos já podem acontecer uma vez por semana na modalidade de voos charter”.

Compartilhe isto: