A crise que se instalou na Casa do Estudante de Serra Talhada, localizada no bairro da Várzea, em Recife, acabou trazendo dividendos positivos para os 25 moradores da instituição.

Em nota divulgada pela assessoria de imprensa da Prefeitura de Serra Talhada, nesta terça-feira (16), o prefeito Luciano Duque determinou a realização de eleições diretas na Cest e revelou o perfil dos candidatos.

A crise na instituição ocorreu após denúncias de má conservação na casa e comentários que o atual presidente, Bruno Pereira, não reside no local. “O governo começa a planejar mudanças no estatuto da Cest para melhor apoio e atendimento aos estudantes do município. Neste sentido, o prefeito Luciano Duque já autorizou o processo para deflagrar eleições na instituição”, diz um dos trechos da nota.

Veja também:   Câmeras flagraram frieza de assassino no Centro de ST

“Entre as novidades, determina que o novo presidente eleito faça parte do corpo de moradores da casa e tem que ser estudante”, informa o governo petista.

FISCALIZAÇÃO

A Câmara de Vereadores de Serra Talhada também não ficou alheia aos conflitos na Casa do Estudante de Serra Talhada. Na próxima sexta-feira (19), o presidente José Raimundo Filho (PTB) autorizou que uma comissão formada por vereadores de oposição e governistas visitassem o local.

“A denúncia chego até a Câmara de Vereadores, por escrito. Não podemos ficar de braços cruzados e só no discurso. A comissão é paritária e vai trazer um relatório das irregularidades que será apresentado ao prefeito Luciano Duque”, declarou Raimundo.

Veja também:   Colisão entre motos deixa três feridos na BR-232 em ST