Publicado às 14h desta sexta (9)

Representando o grupo que busca construir a terceira via em Serra Talhada nas eleições 2020, o empresário Elisandro Nogueira pôs em xeque a isenção da secretária de Saúde e pré-candidata pelo grupo duquista, Márcia Conrado, à frente da pasta. O pré-candidato pelo Cidadania sinalizou para o fato de Márcia estar sendo beneficiada politicamente à frente do cargo.

Ao programa Frequência Democrática, nessa quinta-feira (8), Nogueira cutucou a jovem gestora afirmando que ‘uma coisa é ser pré-candidato e outra coisa é estar com a máquina pública moendo pra eles’. Elisandro reforçou ainda a necessidade da população fugir da dicotomia política que sempre concentrou o poder em Serra Talhada nas mãos dos mesmos grupos tradicionais.

Veja também:   Bandidos assaltam idoso em ST e fogem para o cemitério

“Eu converso muito com os advogados, até porque eu sou formado em Direito também, só não advogo, só não sou militante. [Mas] Converso muito com o meu irmão também [Estefersson Nogueira], com o presidente da OAB hoje, Allan Pereira, e converso com os [demais] advogados também, tenho amizade com Jânio Carvalho, tenho amizade também com Josembergues [Melo]. E sou sincero a você: eu conversei com eles e digo: olha, vocês têm que rever essa questão [de Márcia]. Porque uma coisa é você ser pré-candidato e outra coisa é estar com a máquina pública gerando na alta e moendo pra eles… Isso tem que ter um certo cuidado. Mas esse embate vamos deixar bem à vontade, próximo ano é que a gente vai pegar no pé disso aí realmente, mas a população não é tola, todo o mundo está vendo isso aí”, alertou.