FAMÍLIAS DO MUTIRÃO OCUPARAM PRÉDIO NA AABB PARA PROTESTAR

E as vaias não apareceram. Muito pelo contrário. Durante reunião realizada na manhã desta sexta-feira, no bairro do Mutirão, em Serra Talhada, o secretário das Cidades Nilton Mota apresentou um cronograma de trabalho e assumiu compromissos de acelerar os trabalhos até dezembro. Após receber uma readquação, o projeto de urbanização do Mutirão está orçado em R$ 6,4 milhão. Dos quais, R$ 1,8 milhão já foram liberados.

“A partir de amanhã (9) iniciaremos a construção de nove casas. Até dezembro serão entregues 36 residências, esgotos e drenagem. E até fevereiro todas as ruas estarão pavimentadas”, disse o secretário, garantindo que este anúncio não tinha qualquer conotação eleitoral. “A diferença deste nosso encontro para o anterior é que , naquela oportunidade; ainda estavámos fazendo ajustes no projeto. Agora não. Tudo está definido”, reforçou o secretário, recebendo aplausos dos moradores. Ele ainda assumiu o compromisso de retornar à Serra Talhada num prazo de 30 dias para conferir os trabalhos.

Presença sebastianista

Quem apareceu na audiência pública foi o deputado Sebastião Oliveira (PR) acompanhado de um um pequeno “exército sebastianista”. Muito à vontade, o deputado fez uma restrospectiva das suas intervenções junto ao Governo do Estado e disse que sempre torceu pela retomada dos trabalhos no bairro.

“Tenho absoluta confiança no  Governo do Estado com relação às obras do Mutirão. Não quero pedir a população um voto de confiança. Quero pedir a participação da comunidade acompanhando os trabalhos”, disse Sebá.

Veja também:   Lideranças que apoiam Duque no Sertão fecham com Marília