Foto: Reprodução / vídeo

Publicado às 14h15 desta quarta-feira (8)

Na manhã desta quarta-feira (8), o prefeito Luciano Duque recebeu uma ingrata surpresa deixada como protesto no prédio da Regulação Municipal, na Rua Afrânio Godoy, do bairro Nossa Senhora da Penha. O gestor recebeu uma mensagem de autoria desconhecida no portão do prédio público com seguintes dizeres: “Prefeito Luciano, ladrão! Queremos o que é nosso, os 60% do dinheiro da União. Enquanto você quer o que é nosso não se envergonha?” (assista ao vídeo abaixo)

Em entrevista ao programa Baculejo da Vila Bela, da rádio Vila Bela FM, Duque afirmou que está em reunião com a Infraero e a Azul Linhas Aéreas na cidade de Campina, São Paulo, discutindo os voos do Aeroporto Santa Magalhães. Mas não deixou por menos o ato e respondeu com indignação o ato que vem se repetindo na cidade.

“Fui pego de surpresa com essa pichação, que não é a primeira, houveram essas mesmas pichações em muros particulares. Eu qualifico como intolerância, é preciso que as pessoas saibam a verdade. Eu acho um absurdo essa pessoa me acusar, quem está fazendo essa campanha maliciosa, de estar desviando um dinheiro que se quer chegou ao município. É desvio por antecipação. Eu acho má fé, usar de forma suja pichando os prédios públicos. Só tenho a lamentar, vergonha para quem está se conduzindo dessa forma, quem tenta atingir a minha honra”.

LIBERAÇÃO DO FUNDEF

De acordo com Luciano Duque, o recurso do Fundef ainda não chegou nas contas do governo de Serra Talhada e sua liberação está sob a responsabilidade do Tribunal de Contas da União e do Supremo Tribunal Federal.

“O município ingressou com uma ação a tempos passados para recuperar um dinheiro do Fundef, que é o Fundo de Manutenção da Educação, e o município foi vitorioso com esse recurso. O dinheiro está sob judice, o Tribunal de Contas da União e o Supremo Tribunal Federal ainda não autorizou esse dinheiro entrar nas contas do município. Tivemos uma reunião com o Ministério Público Federal onde foi acertado um plano de investimentos para esses recursos. Evidentemente, que esse recurso depende de uma discussão com os órgãos de controle e será acompanhada a execução desses órgãos de controle”, ratificou Duque.

PUNIÇÃO

O prefeito também deixou claro que o ato, que considera criminoso, não ficará impune e acionou sua assessoria jurídica para registrar um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia Civil para encontrar os pichadores.

“Eu tenho a tranquilidade de poder estar respondendo aqui. Porque eu nunca vi alguém denunciar algo que não existe, mas isso não vai ficar impune. Pedimos ao nosso jurídico que fosse a delegacia, filmasse, fotografasse, para que tomasse as providências cabíveis, e verificasse se têm câmeras ao redor para identificar quem são esses destruidores de patrimônio público”, finalizou.

Compartilhe isto: