Imagem Ilustrativa

Publicado às 18h40  desta sexta-feira (14)

Após uma tentativa de assalto na Avenida Custódio Conrado, no bairro Várzea, por volta das 19h da última quinta-feira (13), uma agricultora serra-talhadense teme pela segurança da filha, uma estudante de enfermagem, de 20 anos, da Escola Técnica Estadual Clóvis Nogueira Alves (Etecna).

Em contato com o FAROL DE NOTÍCIAS, a mãe da jovem, Maria Girleide da Silva Magalhães, 47 anos, moradora do Sítio São João dos Gaias, informou que a moça estava indo para a aula a pé quando foi surpreendida por um suspeito, que ameaçou dizendo estar armado e pedindo sua bolsa e demais pertences.

“Ela foi para escola essa noite (quinta-feira, 13), porque ela estuda aqui nessa Escola Fazenda, quando ia a caminho saiu um cara de dentro do mato correndo atrás dela e dizendo ‘assalto, assalto… passa a bolsa para cá que eu estou armado’. Ela saiu correndo e pediu socorro, foi quando saiu umas pessoas do Centro Espírita foram correr atrás desse bandido, mas acho que não pegaram ele não”, detalhou Maria Girleide.

MAIS SEGURANÇA

A agricultora afirmou que deverá procurar a Delegacia de Polícia Civil para registrar a tentativa de assalto e pede as autoridades que reforcem a segurança no entorno das escolas do bairro.

“Eu fiquei muito nervosa e preocupada com isso. Eu quero fazer essa queixa para que passe viatura de 19h, de 22h, por ali. Nunca passou carro de polícia lá e não é a primeira vez que essas coisas aconteceram naquela região, não foi só com minha filha. Normalmente, ela vai com o marido de moto, mas ontem ele estava trabalhando e não pode ir deixá-la. Mas tem que ter mais segurança, está muito arriscado aí. Minha filha está estudando para ser alguém na vida, mas eu fico muito triste de ver que as autoridades são fracas”, finalizou.

Compartilhe isto: