Da Rádio Jornal/Ne 10

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e os seus três filhos possuem 13 imóveis no valor de R$ 15 milhões. A maior parte das propriedades são localizadas em lugares bastante valorizados, como Urca, Barra da Tijuca e Copacabana. As transações da residência onde Bolsonaro reside, na Barra da Tijuca, há indícios de que houve uma operação suspeita de lavagem de dinheiro, segundo os critérios do Coaf (Ministério da Fazenda) e do Conselho Federal dos Corretores de Imóveis (Cofeci).

Os bens pertencentes ao deputado ainda incluem carros na quantia entre R$ 45 mil a R$ 105 mil, um jet ski e aplicações financeiras, que totalizam R$ 1,7 milhão, como consta nos cartórios e na Justiça Eleitoral.

O levantamento realizado pelo jornal Folha de São Paulo revelou que os principais apartamentos e casas, comprados há 10 anos, possuem valor de aquisição bem inferior da avaliação da Prefeitura do Rio à época.

Em uma das situações, a ex-proprietária vendeu uma residência dentro de um condomínio à beira-mar na Barra a Bolsonaro com prejuízo de R$ 180 mil em relação ao que havia pago quatro meses anteriores. De acordo com documentos oficiais, Bolsonaro adquiriu um imóvel por R$ 400 mil em 2009 e outra por R$ 500 mil em 2012

FILHOS

O filho mais velho de Bolsonaro, o deputado estadual no Rio de Janeiro Flávio, fez negociação de 19 imóveis nos últimos 13 anos.
Além de Flávio, outros dois filhos do presidenciável estão na política. São eles: Eduardo (deputado federal desde 2005) e Carlos (vereador do Rio desde 2001).

Assim como o pai, os filhos do presidenciável registram evolução no patrimônio de forma bastante acelerada. Eles de dedicam exclusivamente à política, com exceção de Flávio que se tornou sócio de uma loja de chocolates.

Até o ano de 2008, a família registrava à Justiça Eleitoral bens estimados em R$ 1 milhão, incluindo três dos 13 imóveis atuais. As aquisições principais ocorreram nos últimos 10 anos.

Bolsonaro e os seus três filhos foram procurados pela Folha desde a tarde de quinta-feira (4) e enviaram 32 perguntas para as assessorias deles. Somente os de Carlos e Flávio, deram uma resposta. Flávio disse que estava em viagem ao exterior e que estaria à disposição quando voltasse ao Rio, no dia 17. Já a assessoria de Carlos informou que o patrimônio dele é o mesmo há muitos anos e modesto.

Salário

Bolsonaro recebe atualmente salário bruto de R$ 33,7 mil como parlamentar e líquido (de R$ 24 mil) e o soldo de acordo com o Exército. Um capitão de reserva na situação do presidenciável ganha aproximadamente R$ 5.600 brutos.

O valor real dos imóveis da família – cinco em nome de Jair Bolsonaro, três de Carlos, dois de Eduardo e três de Flávio – significa o triplo do que eles declararam à Justiça.

Compartilhe isto: