Delegado assegurou que a corporação está empenhada na resolução dos crimes em ST

A Polícia Civil em Serra Talhada encerrou o ano passado registrando um aumento no número de investigações entregues à Justiça, o que é uma boa notícia já que denota a resolução de mais crimes em 2016. O levantamento realizado pelo FAROL junto ao setor de estatística constatou um aumento de 14,4% de inquéritos solucionados e apresentados ao judiciário.

Para se ter uma ideia, em 2015 foram concluídos 428 inquéritos na circunscrição de Serra Talhada e em 2016 o número subiu para 490, ou seja, 62 casos a mais em um ano. No balanço de 2015, cinco inquéritos foram de crimes violentos letais e intencionais (CVLI), como homicídios, latrocínios e lesão seguida de morte; sete de tentativas de homicídio; dez de crimes violentos contra patrimônio (CVP), como roubo; e 312 de outras espécies.

Já em 2016, foram 14 inquéritos de CVLI; 13 de tentativas de homicídio e 16 inquéritos por roubo resolvidos. “Estamos apresentando um quantitativo de inquéritos do ano de 2016, em relação a 2015, com uma resolução de casos expressiva. Isso graças ao trabalho que os investigadores estão fazendo, da Polícia Civil de Serra Talhada, apesar da dificuldade com efetivo nós fizemos um trabalho que mostra que a coisa não está solta, a polícia tem controle, estamos acompanhando o desenrolar da criminalidade em Serra Talhada”, afirmou o delegado local, Washington Monteiro.

Compartilhe isto: