Publicado às 09h30 desta quinta-feira (8)

O prefeito Luciano Duque negou que esteja à frente de uma articulação política de bastidores cujo objetivo final é beneficiar o médico serra-talhadense Valdir Tenório, recém adesista ao seu governo, com uma vaga na Câmara Municipal de Serra Talhada (CMST).

Em entrevista de rádio, esta semana, o gestor ironizou o fato atribuindo tudo isso a fofocas de WhatsApp, mas ponderou que o seu papel como político é de convencer as pessoas de que o projeto do governo é melhor. Feito isso, segundo Luciano, é preciso acolher bem àqueles dispostos a trabalhar por Serra Talhada.

“É impressionante não é? Como alguns setores aí… De WhatsApp inventa ‘estória’. Já disseram que Valdir (Tenório) ia assumir na Câmara Municipal. Não tem nada… Em absoluto o nosso papel como político é convencer as pessoas de que o nosso projeto está dando certo e a população aprova. E quem quiser ficar junto com a gente pode vir”, disse Duque, despistando:

“Não estamos dispostos a negociar qualquer coisa. Estamos aqui prontos para receber apoio daqueles que querem o bem de Serra Talhada, então quem quiser se juntar a nós estamos de braços abertos”.

Compartilhe isto: