Foto: Arquivo Farol de Notícias/ Alejandro García

Um médico cardiologista de Serra Talhada procurou a Delegacia de Polícia Civil na noite dessa segunda-feira (13) para registrar uma denúncia de suspeita de estelionato no valor de R$ 32,6 mil em cheques no seu nome.

Bastante preocupado, em contato com o Farol de Notícias, Waldir Tenório Júnior explicou que um talão de cheques contendo 20 folhas foi retirado indevidamente de sua conta na Caixa Econômica Federal (CEF).

Ele detalhou que tentaram falsificar sua assinatura e passar os cheques com os altos valores. E pede para que a população da cidade fique atenta ao caso, já que isso trata de um crime.

“O que aconteceu é que eu estava na sexta-feira (10) no Rio de Janeiro quando um empresário de Serra Talhada me ligou falando que outro empresário da cidade o procurou para pagar a ele com um cheque meu, inclusive ele tinha que dar um troco de R$ 32.600. Ele queria saber se poderia receber o cheque meu e se eu confirmava. Falei para ele que não tinha passado nenhum desses cheques e pedi foto dos cheques. Foi quando percebi que a assinatura nos cheques não era minha e que realmente não tinha passado nenhum desses cheques”, relatou.

Ainda de acordo com o cardiologista, sua primeira atitude foi procurar o banco e buscar mais informações da procedência dos cheques. Em seguida, Waldir Tenório procurou a Delegacia de Polícia para realizar um boletim de ocorrência, onde o caso foi registrado como estelionato.

“Fui até a Caixa Econômica lá mesmo no Rio de Janeiro e solicitei um extrato, onde vi que os talonários 020, 021, 025 ao 040 não tinham sido entregues e ainda estavam bloqueados. E a folha de cheques que ele estava me indagando se podia receber foi 025. Foi percebido que estava havendo uma fraude com os meus cheques e eu fiz um B.O. Provavelmente fui vítima de furto ou alguma coisa que é a polícia quem vai investigar. O que mais me intriga é que quando eu vi os cheques a assinatura realmente parece com a minha. O que me leva a pensar que é alguém que me conhece ou conhece minha assinatura, porque tentou imitá-la. De forma grotesca, mas tentou”, analisou.

VÁRIOS CASOS

A fraude que vitimou o médico Waldir Tenório foi só mais uma que o Farol teve acesso junto  à Delegacia local envolvendo clientes da Caixa Econômica de Serra Talhada e também de outras agências bancárias da cidade. No início de 2017, o Farol publicou um balanço contabilizando uma elevação de 30,7% nos casos de estelionato em Serra Talhada [relembre].

Veja os últimos casos de estelionato na cidade:

Estelionatários aplicam mais um golpe em ST; saiba como se precaver

Comerciantes alertam sobre ação de estelionatários no Centro de Serra Talhada

Estelionatários levam mais de R$ 7 mil em golpes aplicados dentro de bancos de ST

Após sofrer tentativa de golpe, mulher tem bolsa roubada no Centro de ST

Estelionatários usam velhos golpes para enganar pessoas em Serra Talhada

Mais serra-talhadenses são alvo de golpe aplicado por estelionatários

Estelionatários levam R$ 2 mil de conta bancária em ST

Registrado mais um caso de estelionato em agência bancária de ST

Idosas são vítimas de estelionato em bancos de Serra Talhada

 

Compartilhe isto: