Do JC Online

Lucy Parke, uma garota de apenas 8 anos, era portadora da síndrome de Hutchinson Gilford Progeria, uma doença que causa envelhecimento precoce e que afeta uma em cada 4 milhões de pessoas no mundo.

Ela morreu no dia 1 de janeiro, cercada por sua família em sua casa em Ballyward, no Reino Unido.

A doença de Lucy não tem cura e os seus portadores têm a esperança média de vida reduzida, não ultrapassando, geralmente, a adolescência.

Funeral

Em seu funeral, ela foi enterrada em um pequeno caixão rosa, com um arco-íris na frente, que foi carregado por seu pai com o coração partido.

Seus pais, Stephanie e David, pediram que, em vez de enviar flores, as pessoas doassem para o Hospice infantil da Irlanda do Norte e outras organizações locais que ajudaram Lucy durante sua curta vida.

Compartilhe isto: