Informe Publicitário

Dentro da 18ª Exposerra é possível encontrar as principais empresas de Serra Talhada e região, uma das mais tradicionais empresas de veículos está homenageando o seu criador, um dos maiores empresários da cidade, Givaldo Andrada. No estande é possível ver uma bela imagem de Givaldo com um sorriso que era típico de seu semblante.

Givaldo Andrada faleceu aos 78 anos, no dia 13 de abril, em São Paulo, setenta dias após o falecimento da esposa Zenóbia Andrada. A partida do empresário causou muita comoção na cidade, pois era um serra-talhadense de boa índole e muito estimado pelo povo.

Em conversa com o FAROL DE NOTÍCIAS, a gerente das lojas Givel em Serra Talhada, Clébia Andrada, uma das quatro filhos do casal, relembrou o pai com muita saudade. De acordo com ela, o pai sempre ajudou a população, era um excelente pai, profissional e um cidadão consciente de seus deveres.

“Meu pai foi casado com Zenóbia de Lorena Araújo, eles tiveram quatro filhos que são Clébia, Clécia, Zizina e Cleonaldo. Ele começou a vida de empresário batalhando, primeiro com um armazém de estivas e cereais, depois ele comprou um posto, caminhões, pousada, funerária e depois entrou no ramo de veículos com a Ford na Bahia, Honda no Tocantins, Wolks e Fiat de Salgueiro e a Wolks de Serra. Antes dele falecer estava negociando a vinda da Renaut para a cidade, que nós vamos continuar o negócio em sua memória”, comentou Clébia.

Givaldo Andrada ao lado da filha Zizina Andrada – Foto: Reprodução / Blog do Finfa

CONHEÇA A GIVEL E SEUS SERVIÇOS

A matriz da Givel nasceu há 10 anos em Salgueiro a partir do ímpeto empreendedor de Givaldo Andrada e em seguida criou a filial de Serra Talhada. Atualmente a revendedora gera cerca de 30 empregos e atende os clientes com os serviços de mecânica, revisões, lanternagem, pintura e seguros.

Pablo Moura, de 41 anos, é consultor de vendas na empresa há cerca de 5 anos e destacou os principais serviços da revendedora Volkswagen. “O carro chefe da Wolksvagen é o gol, Voyage e Fox, que são os carros mais populares e mais vendidos nas nossas lojas. Os carros hoje em dia custam em torno de R$ 40 mil, que é a faixa de preço do Gol e os populares, até R$ 140 ou R$ 150 mil, que é a média de um Amarok”, afirmou.

SOBREVIVENDO A CRISE

Segundo Clébia Andrada, antes da crise econômica que tem abalado o país, a Givel chegava a vender 60 veículos por mês, há apenas 3 anos. Atualmente a empresa consegue fechar a venda de 20 automóveis. Para resistir a esse cenário a Givel investiu em qualidade de atendimento ao consumidor e de serviços.

A empresa já foi premiada como a melhor revendedora Volkswagen no Nordeste no quesito atendimento ao cliente. “Nós fazemos vendas e atendimentos à domicílio, quando termina a revisão ou outro serviço vamos entregar os veículos em casa, damos atenção total aos nossos clientes”, enfatizou a empresária.

Compartilhe isto: