Publicado às 13h35 desta quarta-feira (13)

O Delegado de Polícia Civil, Cley Anderson Rodrigues, acabou de ouvir as testemunhas do crime que chocou Serra Talhada e repercutiu no estado, quando na última segunda-feira (11) o aposentado Genário Germano dos Santos, 69 anos, assassinou a sua irmã de 75 anos e sua sobrinha de 52 anos, e em seguida cometeu suicídio.

A tragédia ocorreu no bairro Tancredo Neves (relembre).

Nesta quarta-feira (13), o FAROL conversou com o delegado que resumiu tudo numa frase: “Foi uma tragédia que não estava anunciada”, lamentou.

De acordo com Cley Anderson, Genário Germano estava com o comportamento estranho, com sinais de mania de perseguição, acreditando que qualquer membro da família poderia lhe fazer mal.

“Naturalmente, não sou médico, mas pelo que ouvimos acreditamos que ele (Genário) teve um surto psicótico. Não houve qualquer motivo que gerou a discussão, que surgiu do nada. De uma hora para outra ele cismou e partiu para o ato”, disse Rodrigues, acrescentando ainda que o aposentado sofria de depressão.

Homem mata irmã e esposa de sobrinho e comete suicídio em Serra Talhada; tragédia repercute em PE

Homem conversou com idoso antes da tragédia

 

Compartilhe isto: