Foto: Arquivo Farol de Notícias

Após a confirmação da extinção da Secretaria da Mulher (Semu) pelo prefeito Luciano Duque [veja aqui], a ex-vice-prefeita de Serra Talhada, Tatiana Duarte, demonstrou forte insatisfação com a notícia.

Em conversa com o FAROL, por telefone, nesta quarta-feira (11), ela garantiu que o novo formato pensado para implementar políticas para mulheres no município será ineficaz, pois antes mesmo da criação da pasta a coordenadoria já não funcionava.

Tatiana, que foi também secretária da Mulher na gestão Duque, acentuou ainda que a declaração do prefeito ao FAROL justificando a extinção da pasta é uma ‘falácia’ dentro de um jogo administrativo que vai provocar o enfraquecimento dos avanços conquistados para as mulheres.

“Eu reitero que recebo com tristeza, mas não com surpresa essa notícia, sempre tive certeza que esse era o caminho. Enquanto secretária eu tive muitos enfrentamentos com o prefeito para não deixar isso acontecer. Esse desmonte da Secretaria da Mulher é um retrocesso injustificável, poderia ser feito de outra forma”, declarou Tatiana, arrematando:

“Eu espero que os movimentos sociais de mulheres e as serra-talhadenses possam se manifestar contra essa decisão. Aqui antes era uma coordenadoria e não funcionava, porque é que vai funcionar agora? Isso é uma falácia do prefeito, uma jogada administrativa que ao invés de ajudar a avançar nos equipamentos e políticas que atraímos para Serra Talhada pode causar um grande retrocesso”.

Compartilhe isto: