Da Folha de PE

A estreia oficial da rede 5G “pura” (chamada de standalone) em Brasília, na próxima quarta-feira, vai marcar uma nova fase no setor de telecomunicações do Brasil. Com velocidade até cem vezes a da atual rede 4G na palma da mão, o consumidor vai se deparar com a oferta de novos smartphones e ofertas de planos de dados e serviços.

No geral, a rede 5G pura vai permitir velocidades a partir de 1 gigabit por segundo (Gbps). Um gigabit equivale a mil megabits (Mbps). A velocidade 4G tem média de 13 Mbps e pode chegar a 80 Mbps.

De acordo com o previsto no edital do leilão realizado no fim do ano passado, as empresas que arremataram as novas frequências devem oferecer o chamado 5G standalone (SA), ou o 5G “puro” nas capitais até o fim de setembro, já com o adiamento do prazo concedido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Veja também:   Marighella é o grande vencedor do Grande Prêmio do Cinema

É uma tecnologia que oferece duas características fundamentais das redes móveis de quinta geração: altíssima velocidade e baixa latência (demora entre o envio e o recebimento de uma informação).

Essa versão é conhecida como “pura” por usar uma infraestrutura totalmente nova e dedicada ao 5G, sem aproveitar a estrutura usada até hoje pelo 4G.