Publicado às 05h45 deste domingo (17)

O Viagem ao Passado destaca neste domingo detalhes do processo do desenvolvimento urbanístico do Bairro Bom Jesus, em Serra Talhada. A imagem acima é de 1969 e mostra como o Bom Jesus começa a passar por um importante processo de ocupação territorial, ao mesmo tempo que obras eram erguidas no entorno da comunidade, entre elas está a Igreja do Bom Jesus Ressuscitado, a Escola Antônio Timóteo, a lavanderia municipal e o cemitério público, além de chafarizes que abasteciam os moradores.

Outra importante obra foi a construção do calçamento da avenida que liga o bairro ao Centro, isso porque esse trecho fica localizado na parte mais baixa da cidade e por onde já passou um riacho. Vale registrar que já naquela época as inundações durante o período de chuvas eram constantes, o que acabava isolando os moradores do restante da cidade Com o passar dos anos a área passou a ser usada de forma indevida como um ponto de escoamento da maioria dos esgotos de Serra Talhada, o que acaba contribuindo para a poluição do Rio Pajeú.

A foto abaixo é um pouco mais antiga, da década de 1950. Nela podemos ver que o bairro surgiu em um dos pontos mais altos da cidade, o que levou a ser popularmente chamado de Alto do Bom Jesus. Em 1991, uma Lei Municipal aprovada na Câmara de Vereadores oficializou a comunidade como Bairro Bom Jesus, que também inclui a região da Malhada. Outros detalhes que chamam atenção na imagem é a quantidade de água na Lagoa Maria Timóteo, bem como no Rio Pajeú. Também merece referência a formação do traçado da estrada de Santa Rita, encravada na “Serra do Cigano”. Foi por essa estrada que boa parte da população que ajudou a construir o bairro chegou. Muitos deles vindo dos distritos de Água Branca e de Santa Rita.
Veja também:   Polícia prende ex-funcionário da Disney que ameaçou explodir atração de parque