Farol de Notícias com Assessoria

Famílias agriculturas de Serra Talhada e do Sertão do Pajeú podem se cadastrar no programa Rede Brasil Rural (RBR), do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), que cria um canal de compras e vendas de insumos e produtos pela internet. Até 5 de março, a página eletrônica estará aberta apenas ao cadastro dos produtores. A partir do dia seguinte, estará disponível a qualquer cidadão interessado em fazer encomendas. O objetivo é ampliar o mercado para os produtos, com a venda direta ao consumidor e entrega pelos Correios. O frete será pago pelo cliente.

“A logística é muito cara e precisamos de um preço diferenciado para competir no mercado”, afirma Maria Angélica Anunciação, presidente da Coopercentrosul, cooperativa de Itabuna, na Bahia, que produz cacau, frutas e hortaliças. Angélica, que lidera 60 cooperativados, acredita que a RBR trará a chance de vender seus produtos em todo o País – hoje, por dificuldades de transporte, são vendidos apenas localmente. Para a agricultora, uma das grandes vantagens é a facilidade de usar a rede. “Ela é bem simples, e o treinamento foi bastante didático, participativo e esclarecedor”, completa.

Insumos – Ao fazer parte da Rede, as famílias podem também comprar insumos juntas, como sementes, máquinas e equipamentos. As compras coletivas ajudam a baratear o preço, reduzindo o custo de produção e tornando o produto final mais competitivo.

“A rede é bastante simples, interativa”, destaca Brígida Salgado, presidente da Cooperbio, que produz café orgânico na Chapada Dimantina. Ela explica que a cooperativa exporta parte de sua produção, mas que, com a Rede, poderá vender também para o Brasil todo.

Informações: redebrasilrural@mda.gov.br