Da ISTOÉ

Além de sua filha, pelo menos outros dois parentes diretos do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello foram aprovados para o recebimento do auxílio emergencial, recurso do governo para auxiliar famílias vulneráveis durante a pandemia de Covid-19 no país. As informações são da coluna Janela Indiscreta, do jornalista Caio Barbieri, do site Metrópoles.

Segundo o colunista, dois filhos de Cynthia Pazuello, irmã mais velha e administradora de empresas da família do ex-ministro, aparecem na lista de beneficiados pelo programa.

David Pazuello Franco de Sá, de 25 anos, filho mais novo de Cynthia, teria recebido R$ 4,2 mil do auxílio no ano passado, dividido em nove parcelas, de abril a dezembro de 2020.

Uma de suas irmãs, Raquel Pazuello Silva, também teria recebido o benefício, de acordo com o Portal da Transparência, mesmo morando na Califórnia, nos EUA. Ela teria sacado R$ 3,3 mil do programa, em sete saques, entre julho e dezembro de 2020, em parcelas que variavam entre R$ 300 e R$ 600.

Segundo o Portal da Transparência, apenas o valor do benefício referente ao mês de maio de 2020, de R$ 600, foi devolvido aos cofres públicos.

Filha de Pazuello também teria recebido

No ano passado, Stephanie dos Santos Pazuello, filha do general da ativa que ocupa desde janeiro deste ano um cargo na Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, também teria sido aprovada em ao menos duas parcelas do benefício, uma em abril e a outra em julho, totalizando R$ 2,4 mil.

Mas, de acordo com o jornal O Globo, o valor não foi liberado porque os sistemas detectaram inconsistências no cadastro dela. Conforme o painel de consulta do auxílio emergencial do site da Caixa, o pedido feito chegou a ser aceito e o pagamento enviado a uma conta do banco. No entanto, o valor não foi sacado devido à irregularidade no cadastro.