A aliança que deverá ser selada entre a prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado e o ex-deputado Sebastião Oliveira, presidente do Avante em Pernambuco, vai ‘turbinar’ não só o projeto de reeleição da petista, mas também vai unir antigos desafetos e sepultar críticas mútuas.

Há vários vereadores que terão que conviver com o estilo de Sebastião em tratar a política. Alguns, a exemplo do vereador Zé Raimundo, vai ter que ‘rasgar’ a página de 2012, por exemplo, onde foi acusado de ‘traição’ por Sebastião Oliveira.

Veja também:   Filho puxa faca para matar a própria mãe em ST

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

A reportagem do Farol apurou que há desconforto entre alguns, mas tudo será sepultado em nome de Márcia Conrado.

Mas do lado de Oliveira também há arestas. Até pouco tempo ‘Sebá’ era um ferrenho crítico do governo Márcia, com ataques ácidos a própria prefeita. “A pergunta que vale milhões é quando a prefeita vai aterrissar em Serra Talhada?  O pior de tudo é o fato que seus aliados fazem cortina de fumaça para desviar o olhar da população e esconder a administração que saiu dos trilhos e perdeu o rumo”, disse o ex-deputado, em novembro do ano passado.

Veja também:   Ataque e assassinato de indígena é destaque

Mas, como a política também é a arte de ‘engolir sapos’, tudo isso já foi deletado. Em abril, o palanque vai estar fortalecido para derrotar o projeto de Luciano Duque.