André se prepara para ser ungido como o nome do grupo de SebáUm dia após romper com a prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado, o vereador André Maio, está se preparando para dialogar com o ex-deputado Sebastião Oliveira, líder do Avante em Pernambuco.

Entre no grupo de WhatsApp do Farol de Notícias clicando aqui

Uma fonte do grupo ‘sebastianista’ revelou ao Farol que Maio deve conversar com ‘Sebá’ entre hoje e amanhã, e a pauta principal, é a indicação do seu nome como pré-candidato a prefeito do grupo.

A reportagem entrou em contato com o vereador, que negou qualquer encontro neste sentido. Ele afirmou estar na estrada rumo a Brejo da Madre de Deus, para resolver assuntos pendentes, mas mostrou que estar aberto ao diálogo.

Veja também:   Vândalos começam a destruir obra de mais de R$ 1 milhão em ST

“Sebastião é meu amigo irmão. Uma pessoa que eu gosto muito, tenho  a maior estima. Tanto Waldemar Oliveira como Sebastião. Vamos com certeza ter conversas. A gente não fecha a porta para ninguém. Vamos dialogar com o Sebastião, com Valdemar, com o próprio Luciano Duque. Vamos dialogar o futuro de Serra Talhada, o que for bom para cidade de Serra Talhada. A gente não fecha a porta de forma alguma”, disse o parlamentar ao Farol, reforçando:

“Inclusive quando eu saí, decidi sair da prefeita Márcia Conrado, justamente com  honradez para que portas não fiquem fechadas. Não sei da parte dela, mas para mim mesmo não tenho nada contra a pessoa dela. Mas politicamente falando, o  ciclo da gente, encerrou”.

Veja também:   Ucrânia contra-ataca na cidade de Kherson e destrói ponte

ESTRATÉGIA

Ainda durante a entrevista, André Maio revelou que está montando estratégia com a possibilidade de sair pré-candidato a prefeito de Serra Talhada.

Já há cards com o nome da sua esposa, como pré-candidata a vereadora, e com o seu nome, com o slogan ‘Vamos Juntos Construir uma Nova História’,

“André Maio, se for convidado, vai conversar com Sebastião, conversar com Valdemar, conversar com Luciano. Não Conversei com a prefeita [Márcia Conrado] porque ela não queria conversar comigo. Mas, a gente conversa com todos. Conversa com a com CDL, com o sindicato, com o comércio, com os empresários, com os trabalhadores. Estamos prontos para servir naquilo que depender da gente e estiver ao nosso alcance”, disparou, mostrando sua disposição a pré-candidato a prefeito.

Veja também:   Na política de ST nada que uma boa conversa não resolva