Publicado às 04h20 desta sexta-feira (18)

Uma leitora do Farol, que não quis se identificar, trouxe à redação deste portal uma sugestão de criação da Lei da Focinheira em Serra Talhada para os tutores de cachorros de grande porte ou raças consideradas perigosas que representam riscos a população e que passeiam pelas ruas livremente. A sugestão foi pensada após ela observar várias situações de risco que poderiam culminar em tragédia e ter sido vítima de ataque.

”Ontem, eu vinha fazendo caminhada em frente a Premocil, momento em que cruzei com um homem carregando um pastor alemão na coleira, no momento do cruzamento esse cachorro me atacou, por pouco não levei uma mordida. Semana passada vi um outro homem com um cachorro cruzando com uma mãe e uma menina de 5 anos, o animal quase mordeu a perna da criança. É um fato que tenho observado há muito tempo” comentou a leitora, acrescentando:

”Na Academia das Cidades, passei por homens que estavam com pitbulls, e esses animais estavam super nervosos com a quantidade de gente por ali, latindo e rosnando para as pessoas que passavam, inclusive os transeuntes estavam se arriscando indo para o meio da rua para passar longe deles. Tenho percebido que essas pessoas andam com animais perigosos já para intimidar as pessoas na rua, queria pedir aqui as autoridades de Serra Talhada que criem a lei da focinheira, esses animais devem transitar com algum dispositivo que impeça o dano causado por um eventual ataque. Isso é urgente, antes que aconteça acidentes”.

Alguns estados do país já contam com leis que determinam o uso de focinheira em cães na rua. Em Pernambuco, temos a  Lei Nº 12.469, de novembro de 2003. Em 2021, a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) ampliou, através da  Lei 17.513, as regras da Lei de 2003 e também inclui raças na lista de animais que devem ser enquadrados: pitbull, pitbull terrier, dobermann e rottweiler. Caso o tutor descumpra a legislação poderá ter o pet apreendido e receber multa  de R$ 1 mil a R$ 10 mil.

Veja também:   Situação é crítica no bairro Vila Bela e causa revolta em moradores