Após denúncia, MPPE abre inquérito sobre consignados em STO Ministério Público de Pernambuco (MPPE) abriu Inquérito Civil sobre possíveis irregularidades na transação de empréstimos consignados de servidores da Prefeitura de Serra Talhada e instituições bancárias.

Há cerca de três meses, o vereador Vandinho da Saúde alertou sobre o fato e protocolou queixa na entidade. O fato é que estariam havendo descontos em contra-cheques, sem o devido repasse às instituições.

“Considerando o teor da Notícia de Fato N° 02165.000.404/2023 que demonstra irregularidades nos repasses de valores descontados dos servidores municipais a título de empréstimo consignado e não repassados aos bancos credores e que as supostas irregularidades, podem caracterizar atos de improbidade administrativa, nos termos da lei 8.429/92, além do crime previsto no art. 312, caput, do Código Penal; a necessidade de se prosseguir com a investigação dos fatos, para o seu esclarecimento e adoção de medidas corretivas, se necessário”, diz um dos trechos da peça assinada pelo promotor de Justiça, Vandeci de Souza Leite.

Veja também:   Acidente: Colisão entre motocicleta e caminhão deixa saldo de dois mortos na BR-232

A recomendação foi destinada à Prefeita de Serra Talhada, assim como aos seus secretários, para que regularizem a situação de repasses de consignações. A prefeitura ainda não se manifestou sobre o assunto.