Do NE10

FOTO: Reprodução/ Radiology Case Reports

Um caso bastante raro está viralizando nas redes sociais. Um suíço de 20 anos foi hospitalizado na UTI do hospital Kantonssoital Winterthur por cerca de três dias e acabou descobrindo uma condição pulmonar rara.

De acordo com a revista Radiology Case Reportrs, o rapaz chegou no local com o rosto inchado, dores no peito e dificuldade para respirar.

‘Mulheres também sentem prazer e desejo’, diz Lícia Manzo sobre cena de masturbação em ‘Um Lugar ao Sol’
Andréa Beltrão se pronuncia sobre cena de masturbação em novela; saiba o que disse a atriz
Quando foi questionado sobre o que aconteceu, o jovem afirmou que antes de apresentar os sintomas havia se masturbado.

Os médicos afirmaram que o rapaz alegou ter sentido um “início súbito de dor torácica aguda seguida de falta de ar enquanto estava deitado na cama se masturbando” e negou uso de drogas, tabagismo, tosse violenta ou exercício intenso.

“Apresentamos o caso de um jovem saudável que desenvolveu pneumomediastino e enfisema subcutâneo profundo com início durante a masturbação”, afirmam os autores do relatório.

“Como não há literatura sobre pneumomediastino espontâneo associado a experiências auto eróticas, consideramos nosso caso uma apresentação incomum dessa entidade”, completaram.

O jovem, que tem 60 quilos e 1,75 metro de altura, foi encaminhando para a emergência com dispneia intensa e dor torácica.

Exames revelaram o problema

A radiografia feita no tórax revelou um enfisema subcutâneo e uma tomografia computadorizada de tórax e pescoço mostrou pneumomediastino profundo, que ocorre quando o ar fica preso entre tecidos do organismo.

Cuidados

Os médicos receitaram antibiótico profilático com amoxicilina/ácido clavulânico intravenoso por três dias e paracetamol para aliviar a dor.

Veja também:   Rússia irá expulsar mais de 50 diplomatas da Espanha e da Itália

Após três dias na enfermaria, o jovem teve alta e conseguiu eliminar o enfisema.